Como fazer um blend de carne perfeito?

O hambúrguer é o prato preferido de muitas pessoas. Além de ser muito saboroso, pode ter inúmeras variações para agradar a todos os paladares e seu preparo não é difícil e nem demorado. Sendo assim, é uma ótima receita para fazer em casa para degustar sozinho ou mesmo quando estiver recebendo visitas.

Embora o pão, os molhos e os outros ingredientes do sanduíche sejam importantes, o que deve brilhar em um bom hambúrguer é o blend de carne. Afinal, ele é a estrela do prato, responsável por boa parte do sabor do lanche.

Para ajudá-lo na missão de servir o melhor hambúrguer, com uma carne suculenta e saborosa, acompanhe este post para aprender como fazer um blend de carne perfeito. Quer tentar na sua hamburgueria? Continue lendo e aprenda como fazer!

O que é um blend de carne?

Talvez você nunca tenha ouvido essa expressão, mas um blend de carne é algo mais comum do que você imagina. O blend nada mais é do que uma mistura entre diferentes cortes de carne.

Antigamente, as hamburguerias tradicionais utilizavam apenas um corte para fazer os hambúrgueres, como patinho ou coxão mole, por exemplo. Entretanto, com o tempo, foram testados novos tipos de hambúrgueres com carnes misturadas.

Descobriu-se que o blend garante um sabor inigualável para o seu lanche, visto que mistura cortes com sabores e características diferentes. O resultado agradou o público e foi incorporado às hamburguerias artesanais e gourmets.

Como fazer um blend de carne perfeito?

Para fazer um blend de qualidade, é necessário seguir alguns passos cruciais. Vamos ensinar, abaixo, três dicas que garantirão a qualidade do seu hambúrguer:

Mantenha a gordura na carne

Para um blend saboroso e suculento, o primeiro segredo é manter a gordura na carne. O mínimo que se recomenda para um bom hambúrguer é uma proporção de 15% de gordura em relação ao peso total do blend.

Embora a gordura seja essencial, não exagere. Uma quantidade de 20% é o ideal e mais que isso pode tornar seu blend muito gorduroso e desagradável. Além disso, gordura em excesso fará o seu hambúrguer encolher quando entrar em contato com o calor.

Tenha atenção na hora de moer

Parece ser um detalhe, mas, para um blend perfeito, existe uma forma correta de moer a carne.

Para garantir sabor e textura perfeitos, é preciso moer a carne fresca, nunca congelada. Uma dica importante é picá-la em cubos e moê-la junto à gordura. Essa é uma forma de criar artificialmente uma carne parecida com a do Kobe Beef, uma das mais apreciadas do mundo e conhecida por seu processo de marmorização (ter gordura entremeada naturalmente na carne).

Utilize exclusivamente carne e gordura

Algumas pessoas acreditam que é preciso misturar outros ingredientes à carne, como ovos ou sopa de cebola. No entanto, isso não faz parte do processo ideal.

Até mesmo ingredientes como sal, pimenta e outros temperos também não devem ser adicionados nesse momento. O blend perfeito leva apenas carne e gordura na proporção correta.

Tempere corretamente

Talvez você esteja confuso sobre esse item, já que acabamos de mencionar que o blend perfeito não deve conter nenhum ingrediente além da carne e da gordura, nem mesmo os temperos.

Entretanto, eles devem aparecer quando forem ao fogo, seja na chapa, seja na grelha, seja em char broiler. E nessa hora, quais temperos utilizar? Afinal, de nada adianta preparar um blend de carne perfeito se você errar na hora de temperá-lo.

Nossa recomendação é que o hambúrguer seja temperado somente depois de ir ao fogo, caso contrário, ele absorve a água da carne e altera textura e sabor do produto. Então, preaqueça o local em que grelhará a carne e, assim que colocar o hambúrguer, coloque sal sobre o blend. Quando virá-lo, faça o mesmo do outro lado.

A quantidade de sal é muito particular e varia conforme o paladar de cada pessoa, mas certifique-se de não colocar muito pouco, pois ele que realçará o sabor da comida. Se quiser dar um toque a mais de paladar, acrescente pimenta do reino. Evite temperar com algo além disso.

Quais as melhores carnes para fazer um blend?

Uma dica básica para essa escolha é mesclar as melhores carnes da parte dianteira e traseira do boi. Isso porque as carnes da parte dianteira são mais duras, mas também mais saborosas. Enquanto isso, as traseiras são mais macias e têm a função de deixar o blend com uma boa textura.

Da parte dianteira do boi, as mais usadas para hambúrguer são acém, peito, pescoço e costela gaúcha. Já da parte traseira, geralmente, utiliza-se patinho, coxão duro, fraldinha ou alcatra.

Quanto às gorduras, você pode optar por peito ou costela, que são abundantes, baratas e funcionam bem nos blends. Opte sempre por carne de qualidade.

Continue lendo e conheça as principais características de alguns cortes!

Peito bovino

O peito bovino é uma das carnes mais utilizadas para blends de hambúrguer, por ser um corte barato, mas também de qualidade. Pode ser utilizado tanto como carne principal do blend, mas também como gordura, já que tem uma parte gorda, que pode ser separada para compor a mistura.

Fraldinha

A fraldinha pode ser considerada um corte de segunda, mas, ainda assim, é bastante utilizado para fazer hambúrgueres, já que apresenta um excelente custo-benefício. Por ser uma carne da parte traseira do boi, ela é bastante macia, adicionando uma boa textura ao blend.

Miolo de acém

O acém é uma das carnes mais utilizadas nos blends de hambúrgueres, possivelmente por ter um sabor mais acentuado que outros cortes do mesmo valor. Além disso, o miolo de acém funciona muito bem combinado com outras carnes, formando uma excelente harmonização para a mistura.

Coxão duro

O coxão duro é um corte que, por estar próximo à picanha, tem suas semelhanças com a carne mais nobre. Entretanto, é bem mais barato, o que gera um excelente custo-benefício para a preparação de hambúrgueres. Componha seu blend com coxão duro sem medo de errar.

Quer fazer o seu blend? Aprenda três receitas!

Agora que você já sabe como fazer um bom blend, confira duas receitas que testamos e têm um sabor incrível!

A primeira é uma ótima mistura entre três cortes: 350g de acém + 350g de peito + 350g de fraldinha + 250g de gordura do peito.

A segunda opção leva somente dois cortes: 525g de peito + 525g de fraldinha + 250g de gordura do peito.

Por fim, vamos sugerir um blend com coxão duro, que é um corte bastante saboroso: 525g de peito + 525g de coxão duro + 250g de gordura de peito.

Por fim, nossas últimas dicas são:

​Com essas dicas, fica mais fácil fazer um blend de carne incrível e servir um hambúrguer saboroso e suculento, que vai conquistar a sua clientela.

Gostou deste post? Compartilhe-o em suas redes sociais e ensine seus amigos como fazer um blend de carne perfeito. Seus hambúrgueres nunca mais serão os mesmos!

guia-gestao-de-restaurantesPowered by Rock Convert

Comments (4)

  1. Estou entrando agora nesse universo, sou publicitário mas gosto muito de cozinhar então estou com o plano de abrir uma hamburgueria voltada para o público jovem de culturas urbanas. Este artigo me fez ter mais vontade de empreender nesse mercado e abriu muito meus horizontes com suas informações, muito obrigado

    1. Olá Parabéns por querer empreender neste ramo, temos também um time de especialistas que fornecem assessoria para criação de novas hamburguerias. Não deixe de acompanhar nossos conteúdos exclusivos. Um grande abraço de toda nossa equipe.

  2. Boa noite estou abrindo uma hamburgueria gostaria de algumas dicas
    Gostaria de abrir parecido com a cabana burguês

    1. Obrigado pelo carinho nosso objetivo é oferecer conteúdos e produtos de qualidade. Esperamos que procure o Sebrae e leia nossas dicas. Desejamos a você muito foco e disciplina nesta empreitada.

      Caso queira utilizar nossas embalagens sustentáveis para sua hamburgueria e ou consultoria com nossa equipe especializada entre em contato com nosso time de vendas por WhatsApp 11 95074-7723

      Sucesso e boas vendas!
      Equipe Performpak

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This